Notícias

/artigo

Role para baixo e veja mais

ABIMO realiza webinar sobre Brasil Mais

A Associação Brasileira da Indústria de Dispositivos Médicos (ABIMO) realizou, nesta terça-feira (15), um webinar sobre o programa Brasil Mais. O evento online contou com a participação de associações, confederações e federações de empresas do setor, que puderam conhecer melhor a iniciativa do governo federal, que irá atender 120 mil micro, pequenas e médias empresas até o final de 2022.

De acordo com o superintendente da ABIMO, Paulo Henrique Fraccaro, o Brasil Mais ajudará as empresas a enxergar mais caminhos. “É importante que as empresas abram suas portas para o programa, principalmente neste momento em que a competitividade está cada vez mais feroz”.

A ABIMO é uma das 75 apoiadoras institucionais do Brasil Mais. O programa oferece essa parceria para quem deseja auxiliar a ação de governo a chegar a mais empresas em todo o país. Em troca, a instituição tem sua logomarca divulgada no portal do Brasil Mais e pode colocá-la também nas peças divulgadas em ações de marketing digital. 

Em sua apresentação sobre o programa, a coordenadora da subsecretaria de Inovação e Transformação Digital do Ministério da Economia, Gabriela Capeletto, afirmou que a produtividade brasileira ainda é muito baixa se comparada a outros países. Segundo a OCDE, a produtividade no Brasil vem caindo nos últimos 18 anos e é menor do que a de países como Estados Unidos, Coréia do Sul, Rússia, Alemanha, Argentina e Chile.

Outro estudo da OCDE também apontou que as pequenas e médias empresas brasileiras adotam menos ferramentas digitais do que as empresas de grande porte. De acordo com o levantamento, realizado em 2019, enquanto 89% das grandes empresas têm site próprio, esse percentual é de 49% nas pequenas. “Isso porque estamos falando de algo básico, como um website. Se aprofundarmos um pouco mais, como o uso de CRM, tão importante para os relacionamentos e vendas, apenas 43% das grandes empresas usam a ferramenta contra 20% das pequenas”, disse Capeletto.

Para a coordenadora do Ministério da Economia, o Brasil Mais foi criado justamente para “atacar” essas deficiências na produtividade e na digitalização dos pequenos negócios no país. “O programa pretende atender 120 mil empresas na fase em que estamos, de capacidades empresariais; outras 20 mil na fase de transformação digital e mais quatro mil na fase de economia 4.0”, explicou. 

A assessora especial da presidência da ABDI, Andrea Macera, destacou que uma das missões da Agência é contribuir para o aumento da maturidade digital do setor produtivo. Nesse sentido, é uma das instituições parceiras do Brasil Mais desde sua concepção.

“O programa desempenha um papel fundamental no apoio às micro, pequenas e médias empresas em seu processo de transformação digital, incluindo o apoio na reorganização de processos produtivos e de gestão, base dessa transformação”, afirmou. 

No fim do encontro virtual, o supervisor de Plásticos e Membranas da GEMÜ, Matheus Dias, deu um depoimento sobre o atendimento que sua indústria, em São José dos Pinhais, no Paraná, recebeu do Brasil Mais, por meio do SENAI, no eixo Melhores Práticas Produtivas.

Para ele, o programa foi muito bem desenhado e estruturado em cada uma das etapas. Ele conta que isso ficou perceptível para a equipe, que primeiro participou da parte teórica, feita de maneira virtual e depois, da parte prática, no chão de fábrica. 

Segundo Matheus, essa parte envolveu todo um processo de reestruturação de layout, para diminuir a movimentação dos colaboradores; alteração na forma de armazenar ferramentas e outros materiais; além de modificação na maneira de manipular e movimentar os produtos.

“O programa superou as nossas expectativas. Já iniciamos uma réplica dentro do nosso chão de fábrica e direcionamos as atividades para um outro setor – de acabamento e pintura. A ideia é expandir esse conhecimento e essas boas práticas e ter uma fábrica toda otimizada com a filosofia do Lean Manufacturing”, concluiu.

Brasil Mais – Coordenado pelo Ministério da Economia, com gestão operacional da ABDI e execução pelo SENAI e Sebrae, o Brasil Mais oferece a empresas soluções de baixo custo e de rápida implementação para melhorar a gestão, adotar tecnologias digitais, inovar processos e reduzir desperdícios.

Saiba mais.